Partilhar
domingo, outubro 01, 2006

homem dos chocalhos

Os chocalhos "batem" o ritmo dos rebanhos
Quando se deslocam entre a serra e o povoado
Transumância de todas as eras

Chocalheiro do Grupo de Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho, no Festival Caminhos da Transumância, em Alpedrinha


Comments:
Hoje é praticamente um objecto decorativo. Já se vão embora os chocalheiros como esse.
Gosto de passar por aqui. Um abraço.
 
Não imaginava, caro amigo, que o Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles tocasse chocalho. Paisagista e monárquico, sabia-o. Homem inteligente, também. Agora esta novidade do chocalho, é digno de manchete para um jornal. Obrigado pela surpresa. E grande abraço. João Tunes
 
são estas coisas que me apaixonam
 
Issoque é o viver dentro da poesia .
Ligia
 
Querida Fernanda Guadalupe. Na realidade algo fica "congelado" no folclore, aquilo que outrora foi vida vivida. Mas os traços deste homem "dizem-me" que já terá sido chocalheiro. Beijinho.
 
Querido Amigo João Tunes. Bem observado! Se mais cedo eu tivesse sido sensível ao facto teria tentado tirar-lhe a boina espanhola(?) para melhor evidenciar sua nobre figura. Um abraço.
 
Querida Lenore. Também eu fiquei apaixonado pelas "coisas" da transumância. Beijinho.
 
Querida Lígia. O próprio som dos chocalhos de pouca musicalidade têm muito de poesia. Beijinho.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?